Ads 468x60px

Pages

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Blá blá blá



A verdade é que estou muito preocupada com o rumo da minha vida. Queria poder viver na infância eternamente, sempre sendo a filhinha da mamãe, sem ter responsabilidade alguma. Ao mesmo tempo que escrevo isso e leio o que escrevi, penso o quanto este pensamento é imaturo e sofro por não querer tê-lo.
É assim que começam os conflitos internos. Você pensa em várias coisas, não sabe com o que concordar e perde o meio, não sabe mais em que acredita, onde bota a fé, perde a cabeça, mete os pés pelas mãos, compra e come igual uma louca.
Briga com todo mundo sem entender que o problema é você, apesar de que o inferno são os outros.

3 comentários:

Fabiana disse...

Vejo que você acabou de descrever sua sessão de análise virtual.
É importante mesmo que saibamos que o rumo de nossa vida só vai depender da gente, e que as pessoas ao redor são apenas coadjuvantes. Mas isso é que é o dificil.

Miss Mi disse...

Isso também me deixa angustiada, as pessoas serem só coadjuvantes. Gostaria de sentir mais vida no mundo, nas pessoas, em mim. Talvez não me sentisse assim.

Anna disse...

Miiiiiii socorroooo! Precisamos de mais conversas como em OP!!! Tb passo pro grandes crises nesse sentido!